Juventude Missionária do Ceará realiza formação sobre Espiritualidade Missionária


No último final de semana, 11 a 13, cerca de 100 jovens representantes de oito dioceses do estado do Ceará participaram do Encontro de Líderes da Juventude Missionária (ELJUMI). A formação foi realizada na capela de Nossa Senhora de Fátima, paróquia de São João Bosco, em Juazeiro do Norte, diocese de Crato. As palestras ministradas pelo secretário nacional da Obra da Propagação da Fé, Guilherme Cavalli, debateram sobre "Espiritualidade de Olhos Abertos" e levaram os jovens a aprofundar o olhar missionário em uma sociedade marcada pela tecnologia e pelo enfraquecimento da vida comunitária.

"A formação foi muito importante e serviu para nos conscientizar sobre nossas realidades. Ajudou-nos a tomar posturas diferentes, sendo pessoas mais firmes em nossas atitudes, combatendo o mundo de fantasias e distante de um comprometimento real com a mudança das realidades", relatou o jovem Rafael Lima, da cidade de Barbalha.

De forma dinâmica, a formação propôs aos jovens um debate onde surgiram reflexões a partir da pergunta: "Que juventude surge através da razão instrumental e extraordinária?"

Oficinas
Na parte da tarde os trabalhos aconteceram em forma de oficinas.  Foram divididos grupos que refletiram a partir de trechos de livros como “Pobre para os pobres, a missão da Igreja”, do cardeal Gerhard Ludwig Müller, da exortação Evangelii Gaudium e do livro “Mística de Olhos Abertos”, do teólogo Johann Baptist Metz. Os jovens puderam mostrar o que absorveram em apresentações criativas que foi desde releitura da parábola do Bom Samaritano até paródias de músicas populares. Assim os participantes demonstraram maneiras de vivenciar a espiritualidade e o carisma da Juventude Missionária.

"A formação sobre a necessidade de cultivar uma espiritualidade de olhos abertos me fez perceber como o carisma missionário deve estar centrado no outro e numa construção de uma sociedade de iguais. A espiritualidade não é exercitada apenas nos momentos de oração e na Santa Missa, nosso espírito também pode ser alimentado a partir de praticas cotidianas”, ressaltou Ariane Lima. A jovem que mora em Caucaia, arquidiocese de Fortaleza, lembra ainda que a espiritualidade missionária é aquela que vai ao encontro das pessoas. “Crescemos no encontro com o outro, buscamos um Jesus que habita os corações dos homens que nos rodeiam”.

Como Juazeiro do Norte é um grande centro de devoção popular marcado por romarias, além de participar da Festa de Nossa Senhora das Dores, a JM decidiu viver a experiência de hospedar-se em casas de família durante o encontro formativo, promovendo o intercâmbio com as famílias acolhedoras.

"Somos chamados a ser missionários a partir do momento que somos batizados. Dessa forma Jesus nos convida a viver o amor solidário com nossos irmãos, viver em fraternidade e alegria. Missionar não é apenas sair de nossas casas, mas também viver e partilhar o Evangelho com os nossos irmãos. Somos JM e é assim que vivemos, em orações por todos os povos, entre todas as nações”, ressaltou Rivaldo Paiva.

No domingo foi realizada a avaliação da caminhada do regional durante o ano de 2015, deliberando também as atividades futuras, como a II Missão da JM em Icapuí, Diocese de Limoeiro do Norte. Para encerrar os trabalhos apresentou-se o material da Campanha Missionária deste ano que trás como lema “Missão é Servir”.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Missa De Aniversario e Consagração Das Crianças Da Infância E Adolescência Missionária ...

Musicas da Infância Missionária

Brincadeiras de Crianças